terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

A minha história - O seu cabelo tem "conserto"!!

Na busca dum cabelo bonito,saudável e na moda, muitas vezes cometemos muitas "avarias", desde colorações excessivas, desfrisagens (alisamentos) repetitivas, e tratamentos que prometem milagres e na verdade não passam de puras aldrabices. Resultado: chega uma hora em que nós olhamos para o nosso cabelo e não vemos solução. Muitas optam por cortar o cabelo muito curto e deixa crescer novo cabelo. Mas e para aquelas que o cabelo curto não é nem opção?
Bem nesse sentido eu posso falar por mim mesma. Desde mais ou menos os meus 14 anos que eu só fazia avarias no meu cabelo. Tudo começou quando eu começei utilizar tranças com cabelo postiço. Essas tranças são muito praticas  e duram bastante tempo (3-4meses). O problema reside no tempo que demora a colocar, a retirar e no cabelo que se parte quando se retiram as tranças. Mas apesar de as tranças ajudam bastante no crescimento do cabelo pois durante o periodo em que as utiliza o cabelo é menos manipulado (penteado e escovado), não está sujeito a quimicos, e aos factores ambientais (sol, vento, poeiras). Podemos dizer que o caelo fica como que em descanso.
Até aos 18 anos eu usei tranças, mas depois fiquei farta e achei que o meu cabelo já estava ( e estava mesmo) num bom tamanho para alisar e usar o cabelo comprido e lisinho. O problema foi o salão que eu escolhi para fazer o alisamento. Uma amiga tinha-me falado dum salão que faziam o alisamento baratinho e ficava muito bom. Na verdade eu achei barato demais com relação ao que era costume. mas mesmo assim (tonta!) eu fui lá. Eu senti logo durante o alisamento que algo não estava bem devido ao cheiro do produto que era tão forte que até fazia impressão nos olhos e no nariz. Tudo certo o cabelo tava comprido, ficou bonito na hora mas o pior foi depois. Passado pouco tempo eu fui a outro salão (sim porque para além de me estragarem o cabelo e não gostei nada do atendimento) de um argentino, e ele me disse que o cabelo tava  partir muito e que o melhor seria cortar bem curtinho. É obvio que eu n quis, então continuei a ir lá fazer máscaras e mais máscaras na tentativa de salvar o que fosse possivel. Mas o cabelo estava completamente estragado, sem vida e caia muito. Quando eu acordava parecia que tinha cortado cabelo em cima da minha almofada. Resultado: tive que voltar as tranças de cabelo postiço para ajudar o cabelo a crescer novamente. Isto se passou em 2006.
Passado um ano a usar tranças o meu cabelo tinha melhorado mas ainda n tinha voltado ao que era. Em Setembro de 2007 foi o meu casamento, então coloquei umas extensões na parte de trás da cabeça, e n frente alisei o meu cabelo. Ficou muito lindo nem pareciam extensões, parecia que tudo era o meu cabelo. Mas o problema era que as extensões eram de costura e eu não conseguia lavar a cabeça como deve ser. Além disso as extensões se lavadas em casa embaraçavam muito. Aguentei 8 meses com as extensões até porque me tinha custado os olhos da cara (eram de 100% cabelo humano), mas depois tirei. E em abril de 2008 voltei a alisar. Mas o meu cabelo estava péssimo, sem vida, sem brilho, seco e quebradiço. Ontem vendo umas fotos dessa altura até me assustei só de ver como estava. Vejam vocês mesmas:


Nessa altura resolvi que ia deixar de fazer "avarias" com o meu cabelo. Como já não me imaginava a usar o cabelo natural decidi que ia manter o alisamento mas que o ia fazer da forma mais saudável. Primeiro comecei por definir apenas um salão para frequentar, mas que tivesse as melhores recomendações. Com isso aprendi uma lição: "Se queres as coisas bem feitas faz voçê mesma". Então comecei a encarregar-me pessoalmente do meu cabelo. Lavo, faço hidratação, uso proteina, faço alisamento, seco, passo a prancha tudo sozinha em casa. Só de quando a quando é que eu vou ao salão. Aprendi a experimentar vários produtos adquados ao meu tipo de cabelo e a ver com quais deles me dou melhor. Resultado: Hoje o meu cabelo está MUITO melhor, mais saudável, com brilho e já tá quase no comprimento que tinha antes (depois dos ombros).


Não sei se fizeram as contas, mas tudo isto demorou mais de dois anos até eu ver este resultados. O que quer dizer, que as coisas não acontecem da noite para o dia. Leva tempo, é preciso muita dedicação e acima de tudo paciencia. Mas não desista, pois o seu cabelo tem "conserto"!!

10 comentários:

  1. Excelente post! Realmente todo cabelo tem conserto, basta cuidar dele bem e ter paciência pq o estrago nos fazemos muito rapido, mas pra consertar as vezes leva anos.

    beijo

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Paula!! Achei importante partilhar a historia do meu cabelo pois foi através de outras histórias de recuperações de cabelo que eu tambem ganhei mais força para cuidar do meu cabelo. Por isso se eu tambem puder inspirar ou ajudar alguem ficaria muito feliz com isso!!

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. i love the hair it looks amazing xoxo

    ResponderExcluir
  4. thanks maphi!!! the hair is better now but went throught a lot..LOL..I don't know if you understand Portuguese, but this post tells the story of my hair, and everything I've gone through the capillary level. Thanks for visiting!

    xoxo

    ResponderExcluir
  5. Olha eu venho aqui pedir mil desculpas pelos colegas profissionais do ramo que não deram a devida explicação à você. Não os conheço mas acho que todo profissional deve fazer uma avaliação da fibra capilar antes de aplicar qualquer produto. Antes de qualquer quimica eu sempre faço uma hidratação primeiro, isso é primordial. Uma linha para reconstrução e cauterização dos cabelos que estão extremamente danificados e enfraquecidos é a Midollo di Bamboo da Alfaparf, ela é voltada para o tratamento resstruturante, fortalecendo, reparando e reconstruindo os cabelos. Nessa com certeza você pode confiar. #ficaadica

    ResponderExcluir
  6. Eu decidi usar o cabelo natural recentemente por ter o cabelo danificado mas tenho vindo a perceber através de blogues americanos que de facto ter química no cabelo não significa ter problemas capilares temos é que redobrar os cuidados com o cabelo quimicamente tratado.Gostei da tua história vai inspirar com certeza muitas outras moças que quando passam pelo que passaste em vez de tratarem como foi o teu caso escondem-se por trás das tissagens.Usar extensões é bonito mas não devemos esquecer o nosso próprio cabelo,continua a partilhar a tua experiência porque isso é muito positivo.Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oie, meu nome é Polyanna. Estava navegando pela internet e achei seu blog, vi essa postagem e me identifiquei. Em fevereiro fui fazer mechas no meu cabelo e ele ficou elastico e quebrou, foi muito cabelo pelo ralo. Meu cabelo hoje em dia ta ralo e quando faço chapinha acho feio (eu vivia de chapinha). Como vc fez para recuperar seus cabelos? esses alisamentos que vc faz é com quimica ou é soh chapinha mesmo? Pode me aconselhar como devo cuidar dos meu cabelos? pq naum quero mais passar quimica. Quero deixar ele crescer, não quero cortar mais.

    ResponderExcluir
  8. Nossa, adorei a transformação das madeixas!! E viva a beleza negra! Adoroo!!
    Amei seu blog tá, to seguindo!

    www.madeixaspoderosas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Amei o post :)
    este nosso cabelo é o OOHHH
    vou seguir te
    kiss kiss lilla
    http://futurefashionindependent.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Obrigada Lilla..tb já te estou a seguir..olha lá pa trás =P

    Beijinho

    ResponderExcluir